BlogUncategorized

A única coisa que você precisa fazer para crescer seu capital relacional

By September 30, 2015 March 21st, 2019 No Comments

Recentemente, há muita agitação no mundo dos negócios em torno de relacionamentos. Podemos dizer que há três tipos de pessoas relacionais no mundo: Tomadores, Negociantes e Doadores; esses três tipos de características pessoais estão baseados no livro de Adam Scott “Dar e Receber: Ajudar os Outros nos dirige ao sucesso”.

Neste artigo, vou citar um post do blog de Doug e fazer alguns comentários que trazem esses tipos para a linguagem dos cinco capitais. Vamos falar especificamente sobre o capital relacional, abordando retiradas, negociações e investimentos.

 

Tomadores: constantemente fazendo retiradas

Em seu blog, Doug afirma que:

Tomadores são pessoas que fazem o que querem sem consideração pelos outros, praticamente o tempo todo. Um tomador só ajuda a si mesmo, mesmo que isso signifique ignorar, usar ou abusar de outras pessoas ao longo do caminho…. A realidade é que quando as pessoas vivem como Tomadores, outros se machucam, são enganados, usados, abusados, negligenciados e abandonados. Coisas perigosas acontecem… Ninguém gosta de um Tomador.

Em sua essência, um Tomador só está interessado em ajudar a si mesmo. Um Tomador experiente pode parecer altruísta, gracioso, e, inicialmente, até mesmo abnegado. No entanto, ao longo do tempo os seus verdadeiros motivos brilham. No final, eles estão simplesmente trabalhando para conseguir o que querem.

Há uma grande quantidade de Tomadores na Bíblia: Dalila tentando tirar a força de Sansão. Adão e Eva viram o fruto delicioso e o tomaram e comeram. Ló ficou com a melhor terra e Abraão com a pior.

Tal como acontece com cada um dos cinco capitais, há uma dinâmica em dar e receber. Quando estamos constantemente retirando do capital relacional, nossa conta seca e fica zerada. Se você tiver a tendência de ser um Tomador, pense em: Como você pode generosamente dar o que você tem? Como você pode dar prioridade aos outros? Como você pode preferir os outros e honrá-los?

Além disso, há uma grande diferença entre tomar e receber. Tomar é a partir de uma postura de medo, receber é uma postura de confiança. Um nos leva a entender que temos uma necessidade a ser suprida, o outro nos faz descansar porque temos fé de que Deus proverá.

 

Negociantes: sempre negociam para terem vantagem

Como explica Doug,

Os negociantes podem cuidar um pouco dos outros, só não tanto quanto eles se preocupam com eles mesmos. Negociantes sempre fazem negócios que lhes deem bom retorno e compensação, buscam sempre maximizar o seu retorno.

Ao longo dos anos, consultores de negócios e livros de liderança realmente promoveram esta ideia. Em seu livro Os Sete Hábitos das Pessoas Altamente Eficazes, Stephen Covey afirma, “Pense em Vencer – Vencer”.

Em muitos aspectos, este é um pensamento bom e apropriado. No entanto, para o negociante, que pode facilmente pensar: “Sim, mas eu preciso ganhar mais”, só piora seu egoísmo. A diferença entre o negociante e o tomador é que os negociantes são muitas vezes mais hábeis em intriga e manipulação de modo que eles costumam quase sempre acabar por cima.

Os negociantes estão sempre “dispostos a desistir de algo pequeno para conseguir algo maior”.

Observe que os negociantes não são menos egoístas do que os Tomadores. A razão pela qual não pode ver um negociante como tal, é porque seu egoísmo está escondido atrás de suas decisões para negociar uma coisa com que eles não se importam muito com outra coisa que eles realmente querem para si. Mas a verdade é que eles são tão egoístas quanto os Tomadores, mas também se importam em como são vistos pelos outros.

Ananias e Safira queriam doar alguma terra (e secretamente manter uma parte das terras) para obter a estima dos outros. Sansão foi continuamente tentado a negociar com Deus e com outros para obter um bom retorno.

Se você se encontra em constante negociação na vida, deve lembrar-se de que “você colhe o que planta”. Como você pode abençoar e retribuir mais aos outros quando querem negociar com você? Como você pode garantir que em um negócio ou trabalho todos saiam ganhando?

 

Doadores: Investem continuamente

Mais uma vez, Doug explica brilhantemente o último tipo de pessoa:

Doadores são verdadeiramente altruístas, não egoístas. Eles estão focados completamente nos outros, às vezes com grande custo para si mesmos.

Eles estão cientes de que outros possam tirar proveito deles, no entanto, a postura geral de investimento traz um prêmio maior do que o custo. Doadores são sábios na definição de limites saudáveis, não permitindo que outros tomem continuamente vantagem deles, quando mostram suas verdadeiras intenções.

Apesar do que a sabedoria convencional possa dizer, os Doadores do mundo são os mais felizes, a maioria das pessoas com conteúdo são doadores. Eles são pessoas que trazem luz e vida a este mundo.

É claro que Jesus é o nosso modelo aqui. Entregou-se totalmente para que todos recebêssemos a vida. Seus motivos eram puros e os resultados infinitos.

Vemos outros exemplos bíblicos de andar no caminho de Jesus: o sacrifício de Rute por Noemi, Jonatas ajudando Davi, os sacrifícios contínuos de Paulo para as igrejas que ele plantou, e assim por diante. Realmente é mais abençoador dar do que receber!

Então, qual é a única coisa que você deve fazer para crescer o seu Capital Relational?

Seja um doador.

 

Aqui estão algumas questões para refletir e agir:

1. Faça uma auto-reflexão e considere:

Qual dos três tipos que você vê em si mesmo?
Há certas situações em que “tira vantagem” e desliza em modo Tomador ou Negociante?
Quais são as áreas e oportunidades para confiar em Deus e crescer?

 

2. Avalie suas amizades atuais:

Como são seus amigos na maior parte do tempo? Tomadores? Negociantes? Doadores?
Como você pode continuar a ter uma postura de generosidade, ser sábio e discernir sobre as pessoas ao seu redor?
À medida que procuramos ser doadores como Jesus, descobrimos que nosso capital relational cresce abundantemente. E esse é um bom lugar para se estar!