Uncategorized

Cinco Capitais: Seguir a Jesus – sacrifício ou investimento?

By March 21, 2019 July 22nd, 2019 No Comments
open Bible

Normalmente, quando pensamos em seguir a Jesus (ser “discípulo”), nós pensamos sobre o que vai nos custar. Pelo menos desde que Dietrich Bonhoeffer escreveu sua obra clássica “O Custo do Discipulado”, parece que as pessoas tendem a olhar para o discipulado através da lente do sacrifício. Nós nos atentamos no que estamos desistindo para seguir a Jesus. Nos concentramos no que estamos perdendo.

 

JESUS FALA SOBRE INVESTIMENTO
Mas Jesus raramente falou desta forma sobre o discipulado. Não me interpretem mal: ele chamou as pessoas ao sacrifício. Os discípulos originais deixaram seus meios de subsistência para segui-lo, e esta parecia ser uma norma. Deixar seu trabalho é uma grande coisa!
Mas mesmo que certamente ele chamou as pessoas a se sacrificarem significativamente para segui-lo, percebo que quando Jesus falava sobre o discipulado, ele sempre falava através da lente de investimento.
Ele chamou os discípulos a deixarem tudo para trás e seguí-lo, mas ele também prometeu que o que inicialmente parecia um sacrifício realmente seria um “ganho” no final, que é essencialmente a mesma coisa que fazer um bom investimento , certo?
Pense sobre estas declarações de Jesus através da lente de investimento.
– “Quem acha a sua vida a perderá, e quem perde a sua vida por minha causa a encontrará” (Mateus 10:39).
– “O reino dos céus é semelhante a um tesouro escondido num campo. Quando um homem encontrou, ele escondeu-o de novo, e, em seguida, em sua alegria foi, vendeu tudo que tinha e comprou aquele campo” (Mateus 13:44).
– “E todo aquele que tiver deixado casas, ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou esposa, filhos ou campos por minha causa, receberá cem vezes mais e herdará a vida eterna” (Mateus 19:29).

 

INVESTIR COM ALEGRIA
O que é impressionante sobre estas declarações é a promessa de um retorno sobre o investimento. Não é apenas um chamado para perder sua vida porque é a “coisa certa a fazer” ou porque é o que Deus quer, é uma promessa que você vai realmente encontrar a vida real, se você só vai deixar a velha vida! É o negócio de uma vida! Um upgrade grátis! Um investimento muito bom.
Dallas Willard disse: “O custo de não discipular é muito mais elevado do que o custo do discipulado. O discipulado é uma pechincha.”
Em outras palavras, Jesus não está falando sobre fazer um sacrifício porque é a coisa certa a fazer, ele está falando sobre um sacrifício que, na verdade, torna-se um investimento que rende um retorno.
O homem da parábola de Jesus que vendeu todos os seus bens para comprar um campo, fez com alegria, porque ele encontrou um tesouro que valia muito mais do que a soma total de seus bens.
Ele comprou o campo, pois foi um grande negócio, um negócio que não podia deixar passar. É a promessa de que há um tesouro no campo que você está comprando que supera em muito o sacrifício que você fez para obtê-lo!

 

O ACORDO ESTÁ NA MESA
Jesus está nos encorajando a pensar em segui-lo como o melhor investimento que poderíamos fazer em nossa vida. O acordo está na mesa diante de nós – devemos fazer a análise do custo e benefício, do risco, e tomarmos uma decisão sábia.
Jesus está nos encorajando a pensar de forma pragmática e economicamente sobre isso! Mas ele também está incentivando-nos a pensar mais amplamente sobre o que vale a pena ter na vida!
Visto por este prisma, o tipo de sacrifício que Jesus nos convida não é algo que nos deixa sem nada, é um sacrifício que torna-se um investimento, como o plantio de culturas que, depois de um tempo, produzem um retorno cem vezes a mais.
Ele está nos chamando para investir! Ele nos diz para vender tudo e “comprar” o reino de Deus, porque realmente vale muito mais do que o que temos atualmente!

 

QUANDO MORRER É UM GRANDE ACORDO?
Jim Elliot era um missionário que foi assassinado logo depois que ele fez contato com uma tribo que ele estava tentando alcançar com o evangelho. Alguns podem olhar para isso e pensar: “Que desperdício”. Na perspectiva de Jim, porém, foi muito maior. Ele havia escrito anteriormente – “Não é nenhum tolo aquele que dá o que não pode manter para ganhar o que não pode perder”.
Este é o princípio da integração de uma estratégia de investimento que realmente produz o que poderíamos chamar de “a boa vida.” O material que nós sacrificamos não vale realmente tanto quanto o que ganhamos quando nos entregamos “por inteiro” ao reino. “Os nossos sofrimentos atuais não podem ser comparados com a glória a ser revelada”, como disse o apóstolo Paulo aos Romanos.

 

Sacrifício a curto prazo – ganho a longo prazo
Então, o que é seguir Jesus? Investimento! Só é visto como sacrifício por pessoas com pensamento de curto prazo e sem imaginação para o tipo de “riquezas” que seguir a Jesus oferece.
Mesmo que inicialmente pareça um sacrifício, no final, a vida que recebemos vale muito mais do que qualquer sacrifício que fizemos. Seguir Jesus é um negócio fantástico. Não há necessidade de diversificar seu portfólio. Seguir a Jesus, em outras palavras, é a melhor oportunidade de investimento que um ser humano pode ter.
Eu o encorajo a ir “por inteiro”. O próprio Jesus prometeu que, se o fizermos, todas as outras coisas seriam acrescentadas (Mateus 6:33).