BlogUncategorized

Discípulos de Jesus – doadores

By September 30, 2015 March 21st, 2019 No Comments

Há muitas maneiras de pensar sobre os diferentes tipos de pessoas no mundo. As pessoas podem ser categorizadas de acordo com sexo, nacionalidade, idade, e assim por diante. Ou você pode classificar as pessoas de acordo com as preferências.

Mas no geral podemos dizer que há apenas três tipos de pessoas no mundo. Há os tomadores, os negociantes, e os doadores. A maneira como vivemos nos coloca em uma dessas três categorias de pessoas, estejamos ou não cientes deste fato, e mesmo se estamos cientes ou não gostamos.

 

O primeiro tipo de Pessoa
Os Tomadores são pessoas que fazem o que querem praticamente o tempo todo, sem nenhuma consideração pelos outros. Um tomador só pensa em ajudar a si próprio, mesmo que isso signifique ignorar, usar ou abusar de outras pessoas ao longo do caminho.

Suponha que você está em uma festa com muita gente e não há comida suficiente para todos. Vamos dizer que há cinquenta pessoas, mas apenas vinte brownies, vinte bebidas e salgados e batata frita para dez pessoas. Um tomador olha para a situação e pensa: “É melhor eu entrar na fila primeiro, ou então eu não vou conseguir nada”. E enquanto está na fila, ele não pensa nos outros, em pegar pouco. Três brownies, dois drinques (um para agora, e um para mais tarde), e metade das batatas fritas e salgados. Mesmo que todo mundo fique, obviamente, irritado, um tomador não se importa com o que os outros pensem. Nem se importa se os outros não tiverem nada para comer ou beber. Tomadores só se preocupam com eles mesmos.

Claro que é uma situação boba mas mostra a grave feiúra de ser um tomador. Embora batatas fritas e brownies não sejam assim um negócio tão grande, quando as pessoas vivem como tomadores em outras áreas da vida, outros se machucam ou são enganados ou usados ou abusados ou negligenciados ou abandonados. Ninguém gosta de um tomador.

 

O segundo tipo de Pessoa
Os Negociantes cuidam um pouco dos outros, só não tanto quanto eles se preocupam com eles mesmos. Negociantes sempre fazem negócios com bom retorno e compensações, e buscam maximizar o retorno que terão.

Volte para a festa novamente. Um negociante pode notar a mesma falta de comida que o tomador notou. A diferença, porém, é que um negociante poderia estar disposto a “negociar” ficando com menos alimentos, a fim de ganhar algo ainda melhor no processo. Suponha que o negociante pense: “Se eu deixar todo mundo passar na minha frente na fila, vão me achar um cara super legal”. Ele está negociando um pouco de comida por um impulso na sua reputação. Ele não está preocupado principalmente com o bem-estar das pessoas na festa. Ele está preocupado com ele próprio. A diferença entre ele e o tomador é que ele está disposto a desistir de algo pequeno para conseguir algo maior.

Observe que os negociantes não são menos egoístas do que os tomadores. A razão pela qual não vemos um negociante como tal, é porque seu egoísmo está escondido atrás de suas decisões para negociar uma coisa que eles não se importam muito para obterem outra coisa que eles realmente querem para si. Mas a verdade é que eles são tão egoístas quanto os tomadores, mas se preocupam com o que os outros pensam deles.

 

O terceiro tipo de Pessoa
Finalmente, os doadores. Doadores são verdadeiramente altruístas, não egoístas. Eles estão focados nos outros completamente, às vezes com grande custo para si mesmos.

Ao contrário dos outros, um doador ficaria feliz em deixar que os outros consumissem todos os alimentos. Mas ao contrário de um negociante, um doador não estaria pensando sobre o quão bondoso as pessoas iriam achar que ele é. Em vez disso, ela estaria verdadeiramente pensando nas necessidades das pessoas ao redor, e como ele pode satisfazer as suas necessidades.

 

Que tipo de pessoa você é?
Quando pensamos sobre os três tipos de pessoas, devemos parar e nos perguntar: Que tipo de pessoa eu sou?

Existem muito poucos tomadores puros, as pessoas que fazem o que querem sem se importar com o que os outros pensam delas. Em vez disso, a esmagadora maioria de nós somos negociantes. Vamos fazendo “negócios” durante nossa vida, com a esperança de ganhar mais para nós mesmos. Por exemplo:

Talvez você limpe a sala de estar para que seu companheiro não reclame. Você não está limpando a sala que você bagunçou como um verdadeiro ato de amor para com ele. Você simplesmente não quer ter que ouvir as suas queixas mais uma vez.

Talvez você cozinhe para que tenha maior intimidade com sua esposa mais tarde. Não é o amor do marido que o está levando a cozinhar. Está fazendo um “negócio” egoísta para satisfazer os seus próprios desejos.

Talvez você não sonegue seus impostos, não porque você se preocupa com honestidade, mas porque você não quer enfrentar as consequências de ser pego.

Talvez você deixe os 10% do serviço ou mais num restaurante local para salvar-se do constrangimento. Você não tem nenhuma intenção de abençoar o garçom, você simplesmente não quer que seus amigos (ou o garçom) pensem que você é um avarento.

Talvez você pense que obedecer a Deus significa abrir mão de diversão nesta vida para receber a recompensa eterna. Você não está obedecendo a Ele porque o ama. Você está apenas esperando receber mais coisas.

É assim que os negociantes vivem todos os dias, fazendo coisas boas, mas com motivos egoístas. É uma maneira destrutiva de viver, porque nós nos convencemos de que outras pessoas (tomadores) são os egoístas, não nós. E nós continuamos a viver, sem se importar de verdade com os outros, vivendo como se fosse a pessoa mais importante do planeta. Um arrogante e orgulhoso!

 

Apenas Doador do Mundo
Então não existem pessoas altruístas? Bem, um olhar honesto para a humanidade, nos obriga a concluir que existe um apenas: Jesus. Ele foi a única pessoa que foi um doador puro.

Ele nunca fez nada com um motivo egoísta. Ele nunca agiu em seu próprio nome. Sua vida inteira, do começo ao fim, foi vivida pela causa dos outros. É por isso que, quando confrontado pela morte, ele pode honestamente dizer a Deus: “Pai, não a minha vontade, mas a tua”.

Um tomador nunca desiste de nada. Um negociante só iria desistir de algo que eles não quisesse para obter algo que realmente quisesse. Mas Jesus deu a sua vida por seus inimigos. É difícil existir algo mais altruísta do que isso.

 

O que Jesus deu
Esta realidade nos atinge com uma espécie de força que choca nossas almas e começa a nos mudar de dentro para fora: Por causa do que Jesus fez por nós, Deus perdoou tomadores e negociantes como você e eu, nos adotou em sua família, e começou a trabalhar em nossos corações para nos libertar de nossas ânsias e desejos pecaminosos.

Quando você realmente vê o evangelho pela primeira vez, ou pela milésima vez, ele muda você. Tomadores enxergam quem eles realmente são: egoístas, esperam alto retorno de tudo, usuários, dependentes, e não tratam os outros como querem ser tratados. Negociantes também, se veem como realmente são: Esperam sempre alto retorno, buscam objetivos egoístas, escondem seus reais motivos dos outros à medida que tentam conseguir o que querem e se fazem de bonzinhos no processo.

 

Mas Ele não quer que continuemos assim

Você não tem que viver para si mesmo, porque você tem um tesouro infinitamente maior em Jesus. O que se pode comparar com o perdão do pecado, liberdade da culpa, a vitória sobre a morte, e comunhão sem fim com Deus, a fonte de tudo que é bom, belo e verdadeiro? NADA SE COMPARA! Quanto mais você valorizar o tesouro que tem em Jesus, mais você vai ser capaz de deixar de lado essas coisas que uma vez te mantiveram cativo.

Você não tem que ser egoísta e tomar as coisas; você já tem mais do que você vai precisar em Jesus.
Você não tem que negociar para obter o que deseja; você já tem algo melhor em Jesus.

Conforme você acredita em Jesus e no evangelho, lentamente vai se tornando menos tomador e negociante do que era antes. O evangelho se move para substituir os antigos desejos do seu coração, novos desejos são colocados em seu lugar – desejos para dar, servir e amar os outros, sem pensar no que poderíamos receber em troca. Jesus transforma tomadores egoístas e negociantes em doadores altruístas, pessoas que compartilham seu dinheiro, seus bens, seu tempo e suas vidas. Deus tem feito isso nos corações dos seguidores de Jesus durante milhares de anos, e ele te chama para esse tipo de vida também.

O caminho para chegar lá não é através de uma maior vontade ou compromisso renovados de ser menos egoísta e ser mais doador. Não, a única maneira de tornar-se um doador altruísta é ver que você já tem o maior tesouro em Jesus. “Ele morreu por todos, para que os que vivem não vivam mais para si, mas para Aquele que morreu e ressuscitou por causa deles”. (2 Coríntios 5:15)

 

Baseado em post de Doug Ponder